quinta-feira, 17 de março de 2016

Carta aberta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva



Creio nas instituições democráticas, na relação independente e harmônica entre os Poderes da República, conforme estabelecido na Constituição Federal.
Dos membros do Poder Judiciário espero, como todos os brasileiros, isenção e firmeza para distribuir a Justiça e garantir o cumprimento da lei  e o respeito inarredável ao estado de direito.
Creio também nos critérios da impessoalidade, imparcialidade e equilíbrio que norteiam os magistrados incumbidos desta nobre missão.
Por acreditar nas instituições e nas pessoas que as encarnam, recorri ao Supremo Tribunal Federal sempre que necessário, especialmente nestas últimas semanas, para garantir direitos e prerrogativas que não me  alcançam exclusivamente, mas a cada cidadão e a toda a sociedade.
Nos oito anos em que exerci a presidência da República, por decisão soberana do povo – fonte primeira e insubstituível do exercício do poder nas democracias – tive oportunidade de demonstrar apreço e respeito pelo Judiciário.
Não o fiz apenas por palavras, mas mantendo uma relação cotidiana de respeito, diálogo e cooperação; na prática, que é o critério mais justo da verdade.
Em meu governo, quando o Supremo Tribunal Federal considerou-se afrontado pela suspeita de que seu então presidente teria sido vítima de escuta telefônica, não me perdi em considerações sobre a origem ou a veracidade das evidências apresentadas. 
Naquela ocasião, apresentei de pleno a resposta que me pareceu adequada para​ preservar a dignidade da Suprema Corte, e para que as suspeitas fossem livremente investigadase se chegasse, assim, à verdade dos fatos​.
Agi daquela forma não apenas ​porque teriam sido expostas a intimidade e as opiniões dos interlocutores.
Agi por respeito à instituição do Judiciário e porque me pareceu também a atitude adequada diante das res​ponsabilidades que me haviam sido confiadas pelo povo brasileiro.
Nas últimas semanas, como todos sabem, é a minha intimidade, de minha esposa e meus filhos, dos meus companheiros de trabalho que tem sido violentada por meio de vazamentos ilegais de informações que deveriam estar sob a guarda da Justiça.
Sob o manto de processos conhecidos primeiro pela imprensa e só depois pelos diretamente e legalmente interessados, foram praticado atos injustificáveis de violência contra minha pessoa e de minha família.
Nesta situação extrema, em que me foram subtraídos direitos fundamentais por agentes do estado, externei minha inconformidade em conversas pessoais, que jamais teriam ultrapassado os limites da confidencialidade, se não fossem expostas publicamente por uma decisão judicial que ofende a lei e o direito.
Não espero que ministros e ministras da Suprema Corte compartilhem minhas posições pessoais e políticas.
Mas não me conformo que, neste episódio, palavras extraídas ilegalmente de conversas pessoais, protegidas pelo Artigo 5o. da Constituição, tornem-se objeto de juízos derrogatórios ​sobre meu caráter.
Não me conformo que palavras ditas em particular sejam tratadas como ofensa pública, antes de se proceder a um exame imparcial, isento e corajoso do levantamento ilegal do sigilo das informações.
Não me conformo que o juízo personalíssimo de valor​es se sobreponha ao direito.
Não tive acesso a grandes ​estudos formais, como sabem os brasileiros. Não sou doutor, letrado, jurisconsulto. Mas sei, como todo ser humano, distinguir o certo do errado; o justo do injusto.
Os tristes e vergonhosos episódios das últimas semanas não me farão descrer da instituição do Poder Judiciário. Nem me farão perder a esperança no discernimento, no equilíbrio e no senso de proporção de ministros e ministras da Suprema Corte.
Justiça, simplesmente justiça, é o que espero, para mim e para todos, na vigência plena do estado de direito democrático.

11 comentários:

Presidiário Zé Dirceu disse...

Lula encerra a sua carreira e entra para a história como o MAIOR chefe de quadrilha que o mundo já viu!

O partido corruPTo (PT) arrasou a economia do Brasil.

Anônimo disse...

Lula não é bom articulador. Articula apenas com algo em mãos para oferecer. Isso não é talento. É corrupção !!!

É um merda, um bosta!!

Anônimo disse...

O bandido LULA, mentiroso e ladrão contumaz, se tornará réu também em outros 13 processos que tramitam nas varas da justiça: ocultação de patrimônio, sonegação fiscal, corrupção, receptação de propina, formação de quadrilha, tráfico de influência juntos ao BNDES, 4 tentativas de obstrução da justiça e por FURTO QUALIFICADO, envolvendo as relíquias que ele, sua mulher, Mariza Letícia e seu filho, Lulinha, roubaram do palácio. Lula e sua reca serão condenados e serão presos. Disso eu não tenho a menor dúvida. É só questão de tempo, mas não tardará.

João Luiz disse...

Para você que aí fica
Vou te dar uma dica
Além de sonso e vagabundo
Sou Cineasta Diretor
A MAMÃE é uma pamonha
Me estimulou na maconha

Deus não dá noz nem voz
a quem não tem dentes
Se você ainda não sabe
Vivo de Festival de Tiradentes.
P’ra garantir minhas mesadas

Fixo nas mais caras pousadas
Para divulgar meu Aquarius
Sou capaz de roubar um Stradivarius
Onde há dinheiro público
Sou como o Mustela putorius
Juro por tudo que é bíblico

Mando essa antes que acabe:
Vivo da Lei Rouanet
Sou do PeTê
Não vejo empecilho
Sou Kleber Mendonça Filho.


=====

Ellys von Cyphuder disse...

A caminho da cadeia, Lula comemora, hoje, 71 anos.

João Luiz disse...

Hoje em uma passeata do PeTê vi um cara petista ali perto da flora do parque — DE BARBINHA PRETA, óculos de TARJA PRETA. Voz AMOLECIDA, — com o pé na parede da loja, tomando uma garrafinha de ÁGUA PERRIER (aquela água mineral francesa da garrafinha verde), defendendo a PresidentA InocentA. É a chamada ESQUERDA CAVIAR. De que faz parte o Taquara Rachada (Chico Buarque).

Anônimo disse...

Lula=Lixo! Ladrão! Vagabundo!

João Luiz Pereira Tavares disse...

Não se deve esquecer isso aqui:

DILMA é um produto a ser consumido e comprado (mesmo que sem dinheiro). Um produto tal qual um "Danoninho©", produto esse industrial, com sedutoras fotografias de suculentos morangos externos (naturalmente que não física e materialmente internos!). Pegando na real o consumidor pela imagem mítica e não pela realidade interna.

«Coração-Valente©» (até Lula sabe! Não sejamos bobos): tal qual a frase mítica do Danoninho© que "vale por um bifinho", também a pupila de Lula utiliza-se de um simulacro mítico que não reflete o "interior do pote"; a saber: a incapacidade dela de governabilidade, péssima articulação política (Maquiavel), horroroso projeto econômico de fiasco a pino, e ineficácia republicana, fraude. ¿O que adianta, então, afinal, o mito publicitário engana-trouxa de «Coração-Valente©»? Adianta nada!

E, complexando um pouco [não precisava...; mas vai aí], que discursa assim: «(...) não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder.». Esse é o ver-da-dei-ro Coração-Valente© dos anos 60... Ponto final.

Eis aí a utilização de clichês publicitários míticos para pegar o eleitor pelas VÍSCERAS: acertados, mas, verdadeiramente, engana-trouxa... A minoria escapa da artimanha, da burla e da ilusão petista.

Verdadeiramente, a VIGARICE & picaretagem é a POPULARIDADE DE MITOS como a MITOLOGIA do «Coração Valente©,»… Um produto a ser vendido e comprado pelo eleitor, devido apenas ao vazio do mito.

E, também, por outro lado, o problema é a SUAVE & disfarçada truculência do PeTê… Repare:
É evidente que o Petismo se utiliza de técnicas das mais brilhantes de publicidade; brilhantes, mas embusteiras.

¡Jamais 1 Danoninho© vale por um bifinho!

P.S.:
¿Como identificar um petista? Simples! Pela escrita. É singelo e sem enfeites. Veja:

Amam o FHC (de maneira enrustida), a toda hora estão a falar no velho...

E, mais singelo, amam o PSDB à distância -- não chegam perto, a longos 13 anos, falam sem parar no partidinho com rigor acadêmico, análise e tudo... São loucos para ter como 2ª mulher ou amante... Amor enrustido.

= FIM =

João Luiz Pereira Tavares disse...

Viva 2016! ACABOU!

Em 2016 houve fato fabuloso sim, apesar de Vanessa Grazziotin falar que não, dessa forma assim:

"O ano de 2016 é, sem dúvida, daqueles que dificilmente será esquecido. Ficará marcado na história pelos acontecimentos negativos ocorridos no Brasil e no mundo. Esse é o sentimento das pessoas", diz Grazziotin.

Mas, por outro lado, nem que seja apenas 1 fato positivo houve sim! É claro! Mesmo que seja, somente e só, um ato notável, de êxito. Extraordinário. Onde a sociedade se mostrou. Divino. Que ficará na história para sempre, para o início de um horizonte progressista do Brasil, na vida cultural, na artística, na esfera política, e na econômica. 
Que jamais será esquecido tal nascer dos anos a partir de  2016, apontando para frente. Ano em orientação à alta-cultura. Acontecimento esse verdadeiramente um marco histórico prodigioso. Tal ação acorrida em 2016 ocasionou o triunfo sobre a incompetência. Incrementando sim o Brasil em direção a modernidade, a reformas e mudanças positivas e progressistas. Enfim: admirável. 

Qual foi, afinal, essa ação sui-generis?

Tal fato luminoso foi o:

-- «Tchau querida!»*

[(*) a «Coração Valente©» do João Santana; criada, estimulada e consumida. Uma espécie de Danoninho© 'vale por um bifinho'. ATENÇÃO: eu disse Jo-ã-o SAN-TA-NA].


Eis aí um momento progressista, no ano de 2016. Sem PeTê.

A volta de decoro ao Brasil.

Feliz 2017 a todos do blog.

João Luiz Pereira Tavares disse...

A ilusão do Petismo [cultura da mentira]:


PT é TRUCULENTO, embusteiro, picareta, VIGARISTA contumaz. O PT é um tipo de religião CHARLATÃ.

Lula e sobretudo dilma são IMPOSTORES.

João Luiz Pereira Tavares disse...

Tenha próximo à mão nosso santo adesivinho do PT (sem estrela). Cole para todo quanto é lado.

PREGUE no peito aquele distribuído durante o Carnaval de Belo Horizonte, com foto da Coração Valente© (nossa dilma).

Ao fazer isso, você companheiro, generosamente, irá receber um pacote, em casa, com uma excelente coleção de discos e músicas clássicas de Sertanejo Universitário (a música 🎼🎶🎵 do PT -- não somos barangos, tá?). Tal pacote vai assinado por:

Marcelo Odebrecht, João Vaccari, João-o-Milionário-Santana, dilma, Rui Falcão, Luciana Genro, Pimentel e Haddad (o Por*ra-Louca de Sampa).

Que preciosidade, hein?! Do PT!